Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Forças de segurança da Venezuela assassinaram 27 pessoas em 11 dias

A ONG, Controlo Cidadão, revelou que policiais e militares mataram 51 pessoas em dezembro de 2021.
Lusa 11 de Janeiro de 2022 às 19:43
Polícia venezuelana
Polícia venezuelana FOTO: Reuters
A ONG venezuelana Controlo Cidadão (CC) denunciou, esta terça-feira, que pelo menos 27 pessoas foram assassinadas por agentes das forças de segurança da Venezuela e da Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militar) desde 1 de janeiro.

Através da rede social Twitter, a CC afirmou que "a PNB [Polícia Nacional] lidera as execuções potencialmente ilícitas", sem precisar o número de vítimas, nem que outros organismos estão envolvidos.

A CC, ONG que supervisiona setores da segurança, defesa e das Forças Armadas Bolivarianas da Venezuela (FANB), denunciou em 6 de janeiro que agentes policiais e militares mataram 51 pessoas em dezembro de 2021, "em operações que tiveram lugar em 11 entidades federais do país"

Venezuela Guarda Nacional Bolivariana Controlo Cidadão ONG crime lei e justiça política polícia
Ver comentários