Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Funcionários de fábrica de carne trabalham doentes por temerem desemprego

Representante dos trabalhadores afirma que há pessoas a recusar fazer teste ao coronavírus por medo das represálias.
Correio da Manhã 11 de Julho de 2020 às 13:53
Carne
Carne FOTO: Getty Images
Mesmo quando estão doentes, os funcionários de uma fábrica de carne vão trabalhar por temerem ir para o desemprego. A informação, avançada pelo jornal britânico Mirror afirma que o primeiro alarme para esta situação foi o facto de uma série de fábricas de alimentos ter sido atingida com surtos de covid-19. 

Até 25 de junho, quatro fábricas tinham relatado que mais de 450 trabalhadores testaram positivo para o vírus. Numa reunião entre os sindicatos, os representantes afirmaram que os trabalhadores "não se podem dar ao luxo" de cumprir isolamento porque ficariam a ganhar pouco menos que 95 euros por semana.

"Agora temos equipamentos para medir a temperatura mas, mesmo quando o "alarme dispara", tem um gerente parado que lhe diz: "Não se preocupe, continue", afirmou Brian Troake.

A British Meat Processors Association contestou estas afirmações, alegando que os trabalhadores não são explorados ou têm contratos precários.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)