Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Galiza vai sancionar viajantes que recusem dar os seus dados com multas que chegam aos 600 mil euros

Registo obrigatório e notificação da chegada à região entraram em vigor esta terça-feira.
29 de Julho de 2020 às 10:41
Galiza
Galiza FOTO: Istockphoto

O governo autónomo da Galiza publicou esta terça-feira uma norma que estabelece que todos os residentes e não residentes na região que venham de uma área com alta incidência de infeções pelo novo coronavírus estão sujeitos a um registo obrigatório e notificação da sua chegada à Galiza nas 24 horas que antecedem a viagem.

Perante esta decisão, a Galiza anunciou ainda as sanções que o não cumprimento desta norma pode acarretar. De acordo com o jornal espanhol El Mundo, a recusa em fornecer dados pode valer ao viajante uma multa que vai dos 600 euros aos 600 mil euros. 

A multa variará de acordo com o comportamento e consequências da omissão do viajante para a saúde pública. Se a omissão não provocar consequências para a saúde pública, a multa será menor comparativamente com um viajante que desencadeie um surto, por exemplo. 

Entre os territórios previstos na lista dos que têm alta incidência de casos de coronavírus estão mais de 130 países, incluindo Portugal, assim como as comunidades autónomas de Aragão, Catalunha, Navarra, País Basco e La Rioja.

Turistas portugueses serão sujeitos a novas medidas de controlo
Isto significa que os turistas portugueses, que nesta altura procuram zonas em Espanha, como a Galiza, para férias, serão sujeitos às novas medidas de controlo da pandemia agora reforçadas pela Junta da Galiza. Assim, estabelece a nova legislação, já a partir da 00h00 desta terça-feira, todas as pessoas que cheguem à Galiza e que, nos 14 dias anteriores, tenham estado em algum dos territórios listados como sendo "de alta incidência da Covid-19 em comparação com a existente na comunidade autónoma da Galiza, devem notificar a sua chegada a território galego no período de 24 horas e registar as suas informações de contacto. 

O registo pode ser feito através do site oficial do governo da Galiza ou por telefone (881002021). A Junta da Galiza explica ainda que a medida é para ser cumprida por todos, "independentemente da existência ou não de sintomas" e que o governo galego usará esses dados recolhidos para dar recomendações de saúde ou aconselhar á adoção de outras medidas específicas de prevenção.

Galiza Junta política autoridades locais economia negócios e finanças governos regionais transportes
Ver comentários