Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Gato infetado por coronavírus está assintomático

Caso foi detetado na província de La Rioja, em Espanha, numa pesquisa biomédica que envolveu vários animais de estimação.
Vanessa Fidalgo 24 de Maio de 2020 às 10:16
Gato com coronavírus
Gato com coronavírus FOTO: Getty Images
Um investigador espanhol detetou a presença do vírus Sars-COv-2 num gato doméstico, cujo dono sofre de Covid-19. O animal, no entanto, está assintomático.

O novo coronavírus já tinha sido igualmente encontrado num outro gato, na Bélgica, e em dois cães em Hong Kong. O achado, no entanto, contribui para provar que os animais de estimação podem ser infetados por pessoas doentes e, por isso, é preciso protegê-los do contágio, realizando na sua presença as mesmas medidas de etiqueta respiratória que são recomendadas entre humanos.

O investigador José António Oteo encontrou este gato doméstico positivo para o vírus no âmbito de um projeto de investigação que desenvolveu no Departamento de Doenças Infecciosas do Hospital Universitário San Pedro de Logroño e do Centro de Pesquisa Biomédica de La Rioja.

A pesquisa analisou 23 animais de companhia, concretamente doze cães, oito gatos, dois coelhos e um porquinho-da-índia, de pessoas infetadas com o novo coronavírus na província de La Rioja, no norte de Espanha.

"A infeção foi encontrada na amostra recolhida na boca de um dos gatos, assintomático e que continua perfeito, saudável", segundo a agência Lusa, que cita uma entrevista do cientista à agência EFE.

José António Oteo sublinhou, contudo, que "ninguém mostrou que os animais de companhia podem ser uma fonte de infeção para os seres humanos", mas sim que o contrário - a passagem do vírus do homem para os animais -pode acontecer.

"Provavelmente, os animais domésticos não têm carga viral suficiente para nos infetar, mas as informações devem ser geradas quando uma nova infeção emergente aparece", disse, referindo-se à Covid-19. Oteo, considerado um dos maiores especialistas mundiais em doenças transmitidas por carrapatos, defende a necessidade de ser realizada "mais investigação" nesta área.

Feiras reabrem em Lisboa
As Feiras da Ladra e do Relógio, em Lisboa, reabriram sábado e domingo, respetivamente, após reunião que juntou os feirantes e o vereador da Câmara de Lisboa, Carlos Castro. Na Feira da Ladra, a ocupação por parte dos vendedores esteve este sábado na ordem dos 50 por cento. A Polícia Municipal fiscalizou o cumprimento das medidas de higiene e segurança, bem como a origem das mercadorias vendidas. Com a cidade despida de turistas, foram sobretudo os alfacinhas a visitar a feira. A utilização de máscara é agora obrigatória quer para clientes, quer para os feirantes que passam ainda a ter de disponibilizar desinfetante e um depósito para o lixo.

Doentes de Covid-19 com odor específico
Os doentes de Covid-19 têm um cheiro específico, pelo que bombeiros de Seine-et-Marne (França) treinam 5 cães pastores de Malinois para detetar infetados.

Mais informação sobre coronavírus AQUI.

MAPA da situação em Portugal e no Mundo.

SAIBA como colocar e retirar máscara e luvas.

APRENDA a fazer a sua máscara em casa.

CUIDADOS a ter quando recebe uma encomenda em casa.

DÚVIDAS sobre coronavírus respondidas por um médico

Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)