Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Governo aprova pacote financeiro de milhões para enfermeiros em França

Profissionais de saúde vão receber mais 183 euros por mês.
Maria Vaz 15 de Julho de 2020 às 08:21
Profissionais de saúde franceses foram homenageados no Dia da Bastilha
Bolsonaro continua sem sintomas
Profissionais de saúde franceses foram homenageados no Dia da Bastilha
Bolsonaro continua sem sintomas
Profissionais de saúde franceses foram homenageados no Dia da Bastilha
Bolsonaro continua sem sintomas
O governo francês aprovou um pacote de aumentos salariais para enfermeiros e outros profissionais de saúde envolvidos no combate à Covid-19. No total, são 8 mil milhões de euros que vão ser distribuídos como forma de agradecimento pelo seu trabalho durante a pandemia, no que o novo primeiro-ministro, Jean Castex, descreveu como “um momento histórico para o sistema de saúde francês”.

O acordo foi assinado com os sindicatos após sete semanas de negociações e prevê que cada trabalhador receba, em média, mais 183 euros no final de cada mês. Os principais beneficiados pela medida vão ser os enfermeiros, auxiliares e funcionários de lares, embora os médicos também tenham sido contemplados.

Os profissionais de saúde foram ainda homenageados ontem, durante as celebrações do Dia da Bastilha, dia nacional de França, que este ano não contou com o habitual desfile militar.

pormenores
Decreto força isolamento
O governo autonómico da Catalunha, Espanha, aprovou ontem um decreto para colocar em quarentena obrigatória os habitantes de Lérida e de outras sete localidades, mesmo depois de a medida ter sido considerada ilegal pelos tribunais.

Máscara nas lojas
O governo britânico anunciou que o uso de máscaras dentro de lojas e espaços públicos fechados vai ser obrigatório a partir de 24 de julho. França prepara medida idêntica.

Países fora da lista da UE
A União Europeia vai remover a Sérvia e o Montenegro da sua lista de ‘países seguros’ devido à recente subida de casos de Covid-19 naqueles países.

Bebé infetado no útero
Cientistas britânicos confirmaram o primeiro caso de transmissão do coronavírus de mãe para filho no útero materno. O bebé, entretanto já recuperado, nasceu com uma inflamação no cérebro provocada pelo vírus.

Bolsonaro ansioso por voltar ao trabalho
O presidente brasileiro Jair Bolsonaro tinha agendado para ontem um novo teste à Covid-19 para apurar se ainda está infetado. O chefe de Estado garantiu à CNN Brasil que continua bem de saúde e ainda não teve qualquer sintoma da doença, incluindo falta de ar ou perda de paladar. Disse ainda que está ansioso por voltar ao trabalho assim que tiver luz verde dos médicos.
França Covid-19 Jean Castex Jair Bolsonaro saúde política governo
Ver comentários