Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Governo de Trump acaba com assinaturas do New York Times e Washington Post

Presidente dos EUA ataca os jornalistas com frequência, designando-os por "inimigos do povo".
Lusa 25 de Outubro de 2019 às 07:41
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
O Presidente norte-americano, Donald Trump, decidiu terminar com as assinaturas feitas pela Casa Branca dos diários New York Times e Washington Post, e acabar com a sua distribuição na sede da presidência dos EUA e nas agências governamentais.

"Não renovámos as nossas assinaturas", declarou na quinta-feira à AFP a porta-voz do Presidente norte-americano, Stephanie Grisham, acrescentando que esta decisão "vai representar economias substanciais para os contribuintes".

Donald Trump ataca os jornalistas com frequência, designando-os por "inimigos do povo".

Na segunda-feira, na estação televisiva Fox News, Trump tornou a atacar, como faz frequentemente, o New York Times. "Não o queremos na Casa Branca. Vamos acabar com a assinatura, bem como a do Washington Post", avançou.

"Eles são falsos", acrescentou então.

Stephanie Grisham especificou, em declarações feitas ao Wall Street Journal, que a Casa Branca ia exigir a todas as agências federais que, também elas, colocassem um fim às suas assinaturas destes dois títulos.

"Estou convencido de que os jornalistas do New York Times e do Washington Post vão continuar a fazer jornalismo de qualidade sem se preocuparem em saber se o Presidente admitiu que os leu", reagiu Jonathan Karl, presidente da Associação dos Correspondentes na Casa Branca.

"Fazer questão de ignorar o trabalho da comunicação social não vai fazer desaparecer a informação, nem impedir os jornalistas de informar o público e exigir que os que estão no poder prestem contas", acrescentou.
Ver comentários