Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Grávida perde bebé após polícia a atacar com taser durante discussão com o namorado

Leanne Perrett, de 35, estava grávida de três meses.
Correio da Manhã 21 de Outubro de 2020 às 19:29
Privados dão opção de escolha caso integrem unidades que acolhem infetados
Privados dão opção de escolha caso integrem unidades que acolhem infetados FOTO: Getty Images
Uma mulher sofreu um aborto espontâneo após ter sido atacada com um choque elétrico provocado por um taser durante uma perseguição da polícia, em Barry, no sul do País de Gales.

Leanne Perrett, de 35, estava grávida de três meses, quando foi atingida por um taser da polícia, durante um episódio de violência doméstica com o seu companheiro, Kyle Butts, de 34.

Um agente da polícia terá sido chamado ao centro da cidade de Barry devido a um distúrbio na rua entre um casal.

"Eu quero que ele seja preso", terá dito a mulher, de acordo com o jornal Mirror. "Enquanto ele tentava algema-la, ela escorregou e caiu no chão", segundo fonte policial, que garante ter usado o taser em defesa uma vez que a mulher terá tentar soquear mais do que uma vez os agentes e o namorado.

"Embora não haja evidências médicas para dizer que esta foi a causa direta, ela perdeu o bebé", disse fonte médica ao jornal britânico.

País de Gales Barry crime lei e justiça polícia
Ver comentários