Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Hacker português Zambrius detido pela PJ por ataque às eleições autárquicas no Brasil

Grande operação foi articulada entre as autoridades portuguesas e brasileiras. Foram feitas buscas em Portugal e em Minas Gerais e São Paulo, no Brasil.
Pedro Zagacho Gonçalves(pedrogoncalves@cmjornal.pt) 28 de Novembro de 2020 às 16:07
Piratas informáticos
Piratas informáticos FOTO: Getty Images

O jovem hacker português suspeito de ataque informático ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil, durante a primeira volta das eleições autárquicas, foi detido este sábado pela PJ em Portugal, apurou o CM.

Em comunicado a PJ confirma a detenção do hacker na Operação 'ex ploit' , "em inquérito titulado e dirigido pelo Departamento Central e Investigação e Ação Penal (DCIAP) e em sintonia com a Polícia Federal Brasileira".

Para além do jovem português de 19 anos, detido em Portugal, "foram identificados e detidos 3 indivíduos, com idades compreendidas entre os 19 e os 24 anos, que se dedicavam à prática continuada de crimes de Acesso Indevido, dano informático e sabotagem informática", no Brasil.

Informa a PJ que estes piratas informáticos "faziam parte de diferentes redes criminosas, agora afetadas por esta operação policial, e atuavam concertada e transnacionalmente, atacando funções de Estado, infraestruturas críticas e interesses económicos diversos".

Foi apreendido diverso material informático nas buscas feitas, em casa do jovem português e também no Brasil, em Minas Gerais e São Paulo.

"A Polícia Judiciária prossegue as investigações para deteção e identificação de outros responsáveis por estes Modi Operandi", lê-se no comunicado.



Zambrius TSE PJ Tribunal Superior Eleitoral Brasil Portugal política eleições
Ver comentários