Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Historiador russo dos Gulag condenado a 13 anos de prisão por abuso sexual de criança

Yuri ficou conhecido pelo seu trabalho sobre os Gulag e repressão no período de Estaline.
Lusa 29 de Setembro de 2020 às 22:21
Yuri Dmitriev
Yuri Dmitriev FOTO: Reuters
O historiador russo Yuri Dmitriev, conhecido pelo seu trabalho sobre os Gulag e a repressão no período de Estaline, foi condenado a 13 anos por abuso sexual de uma criança, anunciou hoje o Supremo Tribunal de Carélia.

O investigador e ativista, de 64 anos, que realizou pesquisas com a organização Memorial para encontrar valas comuns com os restos mortais de vítimas do regime estalinista e esteve na origem da descoberta de uma das maiores valas comuns em campos de trabalho forçados, foi detido em 2016, acusado de ter registado imagens "pornográficas" da sua filha adotiva.

Dmitriev argumentou que as fotografias da rapariga nua se destinavam a acompanhar o seu crescimento e foi absolvido em 2018.

Yuri Dmitriev Gulag Estaline Supremo Tribunal de Carélia
Ver comentários