Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Homem obriga mulher a cavar a própria cova antes de a matar

Amanda Albach, de 21 anos, estava desaparecida desde 15 de novembro. Corpo foi descoberto esta sexta-feira na Praia do Sol, no Brasil.
Correio da Manhã 5 de Dezembro de 2021 às 17:24
 Amanda Albach
Amanda Albach FOTO: Direitos Reservados/Facebook
Um dos suspeitos de ter matado uma jovem brasileira, Amanda Albach, e enterrado o corpo numa praia em Laguna, no Brasil, confessou ter obrigado a vítima a cavar a própria cova antes de disparar duas vezes contra a mesma.

A jovem de 21 anos estava desaparecida desde o passado dia 15 de novembro. O corpo foi descoberto esta sexta-feira, enterrado na Praia do Sol. 
Três pessoas, uma delas amiga da vítima, foram detidas pela polícia que está a investigar o caso. Um dos suspeitos disse que o homicídio aconteceu momentos após a jovem entrar em contacto com a família, avançou o jornal Globo.

"A motivação vai ser apurada com todo o contexto, mas, preliminarmente, um dos investigados sentiu-se incomodado porque Amanda teria contado sobre o envolvimento dele com o tráfico de drogas e tirado uma foto da arma dele. Ele não gostou da situação e optou por tirar a vida dela", disse o inspetor da polícia, Bruno Fernandes.

Amanda deixa uma filha de 2 anos.

Amanda Albach Laguna Brasil crime lei e justiça crime homicídio
Ver comentários