Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Investigadores confirmam envenenamento de mais de dois mil abutres na Guiné

Grupo afirma que este evento foi o mais "letal envenenamento intencional de abutres do mundo".
Lusa 17 de Outubro de 2020 às 13:58
Abutre
Abutre FOTO: Getty Images
Um grupo internacional de investigadores e de proteção das espécies confirmou que mais de 2.000 abutres foram mortos com inseticida na Guiné-Bissau com objetivos comerciais, numa carta divulgada sexta-feira na revista Science.

Em comunicado enviado à Lusa, o grupo afirma que aquele evento foi o mais "letal envenenamento intencional de abutres do mundo".

Segundo o grupo, foram mortos mais de 2.000 abutres da espécie Necrosyrtes monachus (abutre de capuz), uma espécie em perigo de extinção, que consta da Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza.

Science Guiné Guiné-Bissau animais
Ver comentários