Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Irão diz que cientista nuclear foi assassinado remotamente por Israel

Mohsen Fakhrizadeh liderou o antigo programa secreto do Irão para desenvolver armas nucleares, foi morto numa emboscada perto de Teerão.
Lusa 30 de Novembro de 2020 às 11:14
Irão - bandeiras
Irão - bandeiras
O Irão despediu-se esta segunda-feira, com um funeral digno dos maiores "mártires" do país, do cientista Mohsen Fakhrizadeh, que segundo um responsável iraniano foi assassinado remotamente por Israel com recurso a "aparelhos eletrónicos".

Mohsen Fakhrizadeh, que segundo o Ocidente e Israel liderou o antigo programa secreto do Irão para desenvolver armas nucleares, foi morto na sexta-feira numa emboscada perto de Teerão e os iranianos responsabilizaram Israel pelo assassínio.

O funeral começou esta segunda-feira no Ministério da Defesa, em Teerão, e foi transmitido pela televisão pública.

Israel Mohsen Fakhrizadeh Irão Teerão distúrbios guerras e conflitos política armamento política nuclear
Ver comentários