Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Jair Bolsonaro utiliza nomes falsos para fazer testes ao coronavírus

Informação consta nos documentos oficiais entregues hoje ao Supremo Tribunal Federal.
Lusa 13 de Maio de 2020 às 20:22
Jair Bolsonaro
jair bolsonaro
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro
jair bolsonaro
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro
jair bolsonaro
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro
O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou negativo nos exames que realizou ao novo coronavírus durante o mês de março, segundo os documentos oficiais entregues esta quarta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Bolsonaro usou os pseudónimos de "Airton Guedes" e "Rafael Augusto Alves da Costa Ferraz" na realização dos exames médicos, argumentando que o fez por questões de segurança, preservação da imagem e privacidade. Porém, assegurou a sua identificação ao apresentar dados pessoais, como o número da sua cédula de identidade e o equivalente em Portugal ao Número de Identificação Fiscal.

"Eu sempre disse ao médico: 'coloque um nome de fantasia porque(...) alguém pode fazer alguma coisa esquisita'. Em todo o exame que eu faço tem um código", afirmou Bolsonaro à imprensa, no mês passado.

Jair Bolsonaro Supremo Tribunal Federal STF economia negócios e finanças política media
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)