Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

João Lourenço nomeia ex-arguido do caso "Burla Tailandesa" para Casa de Segurança

Jurista Ernesto Manuel Norberto Garcia foi suspeito por alegada tentativa de burla ao Estado angolano de 50 mil milhões de dólares.
Lusa 6 de Abril de 2020 às 23:28
Bandeira de Angola
Bandeira de Angola FOTO: Miguel Barreira
O Presidente angolano, João Lourenço, nomeou um ex-arguido do caso que ficou conhecido como "Burla Tailandesa" como diretor do Gabinete de Ação Psicológica e Informação da Casa de Segurança do Presidente da República, segundo uma nota hoje divulgada.

O jurista Ernesto Manuel Norberto Garcia, ex-diretor da Unidade Técnica para o Investimento Privado (UTIP) e antigo porta-voz do MPLA, foi um dos réus do caso conhecido por "burla tailandesa", uma alegada tentativa de burla ao Estado angolano de 50 mil milhões de dólares, da qual acabou por seu absolvido.

Em causa estaria uma suposta tentativa de burlar o Estado angolano em 50 mil milhões de dólares (43,5 mil milhões de euros) tese contestada pela defesa, argumentando que se tratou de uma iniciativa de investimento privado.

Casa de Segurança João Lourenço Presidente Estado crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)