Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Jornalista brasileiro é raptado e aparece com braços e pernas partidas

Rapto de Romano dos Anjos aconteceu na noite de segunda, quando ele e a mulher, a também jornalista Natasha Vasconcelos, jantavam.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 27 de Outubro de 2020 às 20:22
Jornalista brasileiro é raptado e aparece com braços e pernas partidas
Jornalista brasileiro é raptado e aparece com braços e pernas partidas FOTO: Direitos Reservados

Um jornalista brasileiro de 40 anos, Romano dos Anjos, apresentador de um popular programa regional de denúncias na TV Record do estado de Roraima, que tinha sido raptado na noite de segunda-feira na sua própria casa, em Boa Vista, a capital estadual, foi localizado esta terça-feira vivo mas bastante ferido. Romano foi encontrado na zona rural da cidade por um funcionário da empresa local de energia que fazia manutenção nos cabos.

De acordo com informações da polícia e do Hospital Geral de Roraima, em Boa Vista, para onde foi levado, o jornalista teve múltiplas fracturas pelo corpo, particularmente nos braços e nas pernas. À polícia, ele contou que os seus raptores o espancaram demoradamente com pedaços de madeira antes de o abandonarem num pasto ainda na noite de segunda.

Antes de o deixarem naquele local ermo, os agressores amarraram os pés e as mãos do jornalista e deixaram-no com a mordaça que lhe tinham posto para que os seus gritos não fossem eventualmente ouvidos por moradores de alguma propriedade próxima enquanto estava a ser agredido. Ao amanhecer desta terça, segundo o que contou à polícia, Romano conseguiu mesmo com as mãos amarradas tirar a mordaça e as cordas que lhe prendiam os pés, e, não obstante as múltiplas fraturas, arrastou-se pelo pasto na direção que lhe parecia haver uma estrada e acabou por ser encontrado pelo funcionário da concessionária de energia.

O rapto de Romano dos Anjos aconteceu na noite de segunda, quando ele e a mulher, a também jornalista Natasha Vasconcelos, jantavam. Três homens armados e com capuzes escondendo-lhes as feições invadiram a residência e levaram o apresentador, deixando Natasha amarrada.

Pouco depois, o carro de Romano foi encontrado numa estrada deserta incendiado. O telemóvel dele foi encontrado mais adiante, na mesma estrada, mas estava com todos os dados apagados.

Romano apresenta um programa policial de grande audiência, onde denuncia criminosos comuns mas também políticos acusados de irregularidades. Ainda não se conhecem, no entanto, os motivos do rapto e das brutais agressões, claramente um aviso, seja de alguma fação criminosa que atua em Roraima ou de algum político, até porque se está a pouco mais de 15 dias das eleições municipais brasileiras, que este ano têm sido caracterizadas por muita violência.
Ver comentários