Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Jovem furou os olhos e comeu o pénis do irmão de cinco anos que matou em ritual

Karina aproveitou a ausência da mãe para matar o irmão.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 9 de Abril de 2019 às 17:32

Um menino de cinco anos foi morto e mutilado pela própria irmã, uma rapariga de 18 anos, durante o que parece ter sido um ritual de magia negra na casa da família, em São Roque, cidade na área metropolitana de S. Paulo, no Brasil.

O crime aconteceu quando a mãe de ambos teve de sair por algum tempo e deixou o menino à guarda da irmã, Karina Aparecida da Silva, na casa onde todos viviam, no bairro Gabriel Pizza, na cidade serrana.

Enquanto a mãe de ambos estava fora, a rapariga matou o irmão, furou-lhe os dois olhos, decepou-lhe o pénis e depois comeu-o, de acordo com o que a polícia de São Roque conseguiu apurar. Karina fez tudo isso, ainda segundo a investigação, com o corpo do irmão prostado no chão da casa rodeado de velas acesas.

Quando a mãe chegou à residência, a porta estava trancada por dentro e Karina recusou abrir. Após muita insistência em vão para que a rapariga abrisse, um familiar chamado pela mãe dela arrombou a porta e todos que entretanto se tinham concentrado no local depararam-se com a horrível cena.

Karina estava totalmente alterada e antes de ser dominada agrediu quem tentou chegar perto dela, inclusive agentes da polícia, entretanto chamados. Ela foi presa em flagrante e enviada para a cadeia de Votorantim, outra cidade da região, e a polícia tenta agora apurar se ela seguia alguma seita satânica pela Internet, já que tentou incendiar o próprio telemóvel, ou se foi induzida ao brutal crime por alguém.

S. Paulo irmão Karina Aparecida da Silva São Roque Votorantim Brasil
Ver comentários