Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Jovem denuncia ataque homofóbico que a deixou irreconhecível

Charlie foi atacada violentamente por dois indivíduos e diz que é a quinta vez que é atacada devido à sua sexualidade.
17 de Janeiro de 2020 às 09:14
Charlie Graham
Charlie Graham FOTO: Facebook
Uma jovem de 20 anos foi brutalmente atacada quando estava na rua a caminho de um encontro com um amigo em Sunderland, Inglaterra, no passado sábado de manhã.

Charlie Graham ficou com vários hematomas e coberta de sangue. As autoridades estão a tratar o espancamento como um crime de ódio, relata o Daily Star Online. 

Charlie afirma que ficou traumatizada, com ataques de pânico e dores de cabeça e revela ter medo de sair de casa após o ataque. Em causa, segundo denuncia a jovem, está a sua sexualidade. Charlie diz-se vítima do quinto ataque homofóbico. 

A jovem já teve de levar pontos num ferimento próximo do olho e foi violentamente agredida noutras ocasiões.

Numa das vezes, estava a passear com a namorada quando um estranho se aproximou e lhe deu um soco após gritar "lésbica" num tom depreciativo.

Charlie acredita que será atacada novamente, mas que, da próxima vez, poderá ser muito pior. Assume que perdeu a confiança e não consegue ir a lado nenhum sozinha sentindo-se apenas confortável na casa da mãe. 

A jovem exibe um visual mais masculino e assume que aceitou a homofobia como um facto na sua vida. 

Apesar dos ataques sucessivos, Charlie decidiu mostrá-los para consciencializar as pessoas sobre o que os homossexuais ainda enfrentam em 2020 em Inglaterra.

Sunderland Inglaterra Charlie Graham crime lei e justiça questões sociais crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)