Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Jovem que não sabia estar grávida e deu à luz na cadeira do dentista obrigada a pagar 200 euros por limpeza

Jessica recebeu recebeu fatura com custos de limpeza do consultório e reclama que seguradora não a ajuda.
Correio da Manhã 25 de Fevereiro de 2021 às 18:36
Jessica não sabia que estava grávida
Jessica não sabia que estava grávida
Jessica não sabia que estava grávida
Jessica não sabia que estava grávida
Jessica não sabia que estava grávida
Jessica não sabia que estava grávida

Jessica Aaldering, uma jovem holandesa, deu que falar por ter dado à luz num consultório de dentista, após ter começado a sentir contrações sem sequer saber que estava grávida. A mulher relata agora que o consultório onde teve o filho, numa cadeira de dentista, está a cobrar-lhe cerca de 200 euros por "custos de limpeza" do espaço após o parto.

A mulher ia a andar de bicicleta em Velp, quando sentiu fortes dores na barriga e parou junto ao consultório do Dr. Rene Klaassen. Prostrada no chão, em pleno trabalho de parto, valeu-lhe a ajuda de dois polícias que passavam naquele preciso momento.

Os dois agentes levaram-na logo para dentro do consultório, que era o espaço mais próximo com condições para que a jovem tivesse o bebé. O pequeno Herman acabou por nascer numa cadeira de dentista, num parto aparatoso, já que um dos polícias que assistiu o nascimento teve que massajar coração do bebé, devido a uma rutura do cordão umbilical. Felizmente o pequeno Herman está bem de saúde, apesar de ter nascido prematuro.

Acontece que, agora, a jovem mãe está revoltada pelo dentista lhe ter enviado uma fatura de 211,75 euros devido a "danos e custos de limpeza". Irritada, a mulher procurou ajuda junto da sua seguradora, que lhe disse que não cobria este custo.

Jessica acabou ajudada pelos dois ‘anjos da guarda’ que a ajudaram a dar à luz: ao saberem da fatura enviada à mulher, os dois polícias ofereceram-se logo para pagar os custos que a clínica dentária lhe imputava.

Ver comentários