Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Julgamento de Donald Trump mais perto do fim

Senado vota artigos de destituição na quarta-feira.
Ricardo Ramos 2 de Fevereiro de 2020 às 07:41
Maioria republicana no Senado garante absolvição de Trump
Maioria republicana no Senado garante absolvição de Trump FOTO: Reuters
O Senado norte-americano marcou para quarta-feira a votação dos artigos de destituição contra Donald Trump, naquele que será o ato final do julgamento do presidente, depois de a maioria republicana ter rejeitado a audição de novas testemunhas, deitando por terra as últimas esperanças dos democratas.

"Um julgamento sem testemunhas não é um julgamento, é um encobrimento", acusou o democrata Adam Schiff, depois de os republicanos terem chumbado por 51 votos contra 49 a chamada de novas testemunhas, incluindo o ex-conselheiro de Segurança Nacional John Bolton, que alega que Trump lhe disse expressamente para travar a ajudar militar à Ucrânia até Kiev aceitar investigar o democrata Joe Biden.

A recusa de ouvir testemunhas deixa o julgamento praticamente no fim. Para amanhã, estão marcadas as alegações finais, antes da interrupção para o discurso do Estado da Nação, na terça-feira.

A votação dos dois artigo de destituição está marcada para quarta-feira à noite e ninguém duvida de que Trump será ilibado pela maioria republicana, que a dirigente democrata Nancy Pelosi acusou ontem de ser "cúmplice do encobrimento de Trump". "Não pode haver uma absolvição sem julgamento, e não pode haver julgamento sem testemunhas, documentos e provas", acusou Pelosi.
Donald Trump Senado Nancy Pelosi política crime lei e justiça tribunal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)