Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Lar em Sevilha tentou esconder 24 mortos por coronavírus

Na mesma casa de repouso há ainda 79 infetados.
Correio da Manhã 6 de Abril de 2020 às 21:48
Idosos xxx
Idosos xxx
Idosos xxx
Idosos xxx
Idosos xxx
Idosos xxx
Idosos xxx
Idosos xxx
Idosos xxx

O lar de idosos Joaquín Rosillo em San Juan de Aznalfarache, na cidade espanhola de Sevilha, escondeu 24 mortos por coronavírus dentro das suas instalações. Na mesma residência há ainda 79 infetados com o Covid-19. 

Os primeiros casos foram relatados logo no início da quarentena, no dia 20 de março, com a administração a admitir três utentes com resultados positivos para o vírus, dois dos quais já hospitalizados. O terceiro idoso permaneceu no lar. 

Um familiar de um dos idosos começou a suspeitar de que pudessem haver mais casos positivos dentro da residência e conseguiu descobrir que dos 74 testes realizados no lar, 60 deram positivo para coronavírus e havia pelo menos 15 mortes. Ao pedir esclarecimentos ao lar, o familiar de um dos idosos recebeu como resposta de que era tudo falso. 

Seguiu-se uma queixa de um dos funcionários da casa de repouso alertando para a situação. 

No dia 28 de março foi realizada a primeira transferência de idosos de lares para um hotel, Alcora Sevilla, que foi equipado para receber este tipo de pacientes. Na lista dos transferidos estavam vários utentes do lar Joaquín Rosillo. Oito dos 24 mortos que o lar tentou ocultar morreram já neste hotel, segundo confirmou o Ministério da Saúde espanhol ao El País. 

A Câmara interveio na residência na semana passada, mas somente esta segunda-feira o número dos 24 mortos foi revelado.

"Várias famílias ligaram-nos a perguntar sobre o que estava a acontecer naquele lar. Estamos acostumados com pessoas a morrer lá, devido à idade, mas as notícias de que eram mais do que o normal estavam a circular, mas nem da administração nem da direção do lar nos disseram nada", explicou o presidente da câmara de San Juan de Aznalfarache.

O hotel Alcora começou a funcionar a 28 de março para este tipo de pacientes. Atualmente, existem 64 residentes para uma capacidade entre 90 e 110 camas.

Sevilha Joaquín Rosillo San Juan de Aznalfarache Covid-19 questões sociais assistência prolongada saúde
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)