Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Libertação de Lula da Silva considerada justa por 54% dos brasileiros

Ex-presidente brasileiro estava a cumprir pena de 12 anos e um mês por corrupção.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 10 de Dezembro de 2019 às 15:28
Lula da Silva
Lula da Silva não esconde a ambição de voltar à presidência do Brasil
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva não esconde a ambição de voltar à presidência do Brasil
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva não esconde a ambição de voltar à presidência do Brasil
Lula da Silva

Um levantamento realizado pelo Instituto Datafolha e agora divulgado revela que a maioria dos brasileiros considera justa a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que no passado dia 8 de novembro deixou a cadeia no sul do Brasil onde estava preso a cumprir pena de 12 anos e um mês por corrupção. A sondagem foi realizada nos passados dias 5 e 6, e inquiriu cidadãos de várias idades e classes sociais em 176 cidades de todas as regiões do Brasil.

De acordo com a sondagem, 54% das pessoas inquiridas avaliaram justa a libertação do antigo governante, independentemente de o apoiarem ou não politicamente. Já no campo oposto, 42% dos que responderam ao questionário consideraram a libertação injusta, e os restantes não tinham opinião formada ou não quiseram responder.

Lula da Silva foi preso dia 7 de Abril de 2018 por decisão do então juiz Sérgio Moro, hoje ministro da Justiça do governo Bolsonaro, depois de o TRF-4, Tribunal Regional Federal da 4ª Região, ter confirmado e aumentado a sentença imposta um ano antes ao ex-presidente por aquele magistrado. A libertação ocorreu 580 dias depois, no mês passado, depois de o Supremo Tribunal Federal ter decidido por 6 votos contra 5 que a prisão logo após confirmação da sentença em segunda instância, como foi o caso de Lula, é inconstitucional, e que os condenados, exceto os que ofereçam risco à sociedade, têm o direito de aguardar em liberdade a tramitação de todos os recursos previstos em lei.

Se a maioria dos brasileiros apoia a libertação de Lula, o mesmo já não acontece no que respeita à confiança que as pessoas têm nele. A sondagem Datafolha também perguntou aos inquiridos se confiavam em Lula, e a maioria foi bem mais cautelosa.

À pergunta se confiam em Lula da Silva, apenas 25% das pessoas que responderam disseram confiar sempre no ex-chefe de Estado. Já 36% das pessoas afirmaram que confiam "só às vezes" e 37% foram peremptórias ao garantir que não confiam no antigo governante.

Além dessa condenação a 12 anos e um mês, por ter recebido como "luvas" um apartamento triplex numa praia do litoral de São Paulo, Lula foi condenado em fevereiro passado a outros 12 anos e 11 meses por ter recebido, também como suborno, uma casa de campo na área metropolitana da capital paulista.

Em novembro, o TRF-4, a segunda instância que revisa as condenações no âmbito da Operação Lava Jato, confirmou a sentença e ampliou a pena para mais de 17 anos, mas Lula vai ficar em liberdade até que esgote todos os recursos ou que a regra de prisão em segunda instância seja novamente alterada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)