Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Lisboa é a 80ª cidade do mais cara para viver no Mundo. Pandemia aumentou o custo de vida

Zurique, Paris e Hong Kong partilham o primeiro lugar. Pandemia baralha lista.
Ricardo Ramos 24 de Novembro de 2020 às 08:39
Lisboa
Lisboa FOTO: Paulo Calado
A pandemia aumentou o custo de vida em Lisboa, que é agora a 80ª cidade do Mundo mais cara para viver, segundo o ranking anual da ‘The Economist Intelligence Unit’. Zurique, Paris e Hong Kong partilham o pódio das cidades onde o custo de vida é mais elevado.

A capital portuguesa subiu 6 lugares na lista, passando da 86ª para a 80ª posição e encurtando em 3% a distância para Nova Iorque, que continua a ser a referência em termos de custo de vida mas que este ano surge na sétima posição. Além da ‘Grande Maçã’ e do trio da frente, estão ainda no top ten as cidades de Singapura, Telavive, Osaka , Genebra, Copenhaga e Los Angeles.

O ranking da ‘The Economist Intelligence Unit’, que analisa a evolução dos preços de 138 bens e produtos em 140 países, sofreu uma verdadeira revolução este ano devido à pandemia, com uma marcada subida do custo de vida nos países da Europa Ocidental. Em sentido inverso estão a maioria das cidades americanas, em parte devido à queda do dólar, e africanas.

A maior subida em termos absolutos foi a de Teerão, que subiu 27 lugares devido ao impacto das sanções dos EUA, enquanto as maiores descidas foram as de Reiquiavique (Islândia), São Paulo e Rio de Janeiro (Brasil). Damasco, na Síria, mantém a posição de cidade mais barata para viver.
Ver comentários