Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Lula da Silva suspeito de receber subornos em negócio com a Guiné Equatorial

A denúncia foi feita pelos promotores da Operação Lava Jato de São Paulo.
Lusa 26 de Novembro de 2018 às 16:45
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva

A justiça brasileira abriu esta segunda-feira um inquérito contra o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, suspeito de branqueamento de capitais por ter supostamente recebido subornos para intermediar negócios entre o governo da Guiné Equatorial e a construtora brasileira ARG.

A denúncia foi feita pelos promotores da Operação Lava Jato de São Paulo, que acusaram Lula da Silva de receber 1 milhão de reais (230 mil euros) da ARG em troca de influenciar o Governo da Guiné Equatorial a firmar contratos com esta empresa brasileira.

Segundo a acusação, o pagamento do suborno teria sido dissimulado em doações da ARG ao Instituto Lula.

Ver comentários