Maduro afirma que Colômbia deixou apodrecer pernil de Natal

Três toneladas de carne ficaram retidas e não chegaram à Venezuela.
05.01.18
Nicolás Maduro acusou o governo da Colômbia de reter na fronteira duas mil toneladas de pernil que acabaram por apodrecer. A carne de porco estava destinada aos festejos de Natal na Venezuela, como é tradição.

"O que se passou na fronteira com a Colômbia não tem nome: conseguimos comprar com dinheiro nosso, da Venezuela, de vocês, compatriotas, duas mil toneladas de pernil e proibiram a passagem na fronteira", afirmou Nicolás Maduro acrescentando que os pernis apodreceram depois de estarem pagos e importados legalmente.

O líder venezuelano diz que o país está a ser vítima de uma "perseguição financeira e comercial". "Fiquem com os pernis apodrecidos, que a Venezuela segue o seu caminho de liberdade", afirmou.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!