Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Centenas de baleias encalhadas na Austrália. A maioria está morta

Avistamento aumenta total estimado para quase 500 animais encalhados.
Lusa 23 de Setembro de 2020 às 08:20
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Centenas de baleias encalhadas na Austrália
Mais baleias-piloto foram encontradas esta quarta-feira encalhadas na costa australiana, aumentando o total estimado para quase 500, o maior incidente do género registado no país.

As autoridades já tinham iniciado operações para salvar sobreviventes entre as cerca de 270 baleias encontradas na segunda-feira numa praia e em dois bancos de areia, perto da remota cidade de Strahan, na costa oeste, no estado insular da Tasmânia.

Outras 200 baleias encalhadas foram esta quarta-feira avistadas do ar, a menos de dez quilómetros a sul, disse o gestor de Parques e Serviços de Vida Selvagem da Tasmânia, Nic Deka.

Pelo menos 380 baleias-piloto presas numa baía remota da Tasmânia morreram, apesar dos intensos esforços para tentar salvá-las, informou um responsável pelos serviços de socorro.

"Temos um número mais preciso e podemos confirmar que 380 cetáceos estão mortos", disse o diretor dos Parques Naturais da Tasmânia, Nic Deka, à agência de notícias France-Presse (AFP).

Austrália acidentes e desastres crime lei e justiça lei internacional polícia baleias baleias mortas feridas
Ver comentários