Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Mais de 12 deputados denunciam chantagem após críticas a Boris Johnson

William Wragg, que denunciou o caso, vai levar provas à polícia. Em causa está polémica das festas.
Francisco J. Gonçalves 23 de Janeiro de 2022 às 10:37
Johnson é contestado por causa de festas realizadas durante confinamentos
Johnson é contestado por causa de festas realizadas durante confinamentos FOTO: Reuters
Mais de uma dezena de deputados conservadores desmentem as afirmações do PM Boris Johnson, que na sexta-feira disse não ter visto ainda provas de chantagem sobre os que no Partido Conservador o querem demitir, e insistem que foram efetivamente alvo de ameaças repetidas do partido e do próprio chefe de governo. Por isso mesmo, William Wragg, o deputado que levantou as primeiras acusações, anunciou que vai apresentar o caso à polícia.

Os deputados alvo da chantagem levaram o caso a Chrys Bryant, responsável do comité de supervisão do cumprimento de regulamentos na Câmara dos Comuns. “Ouvi, até, alguns deles dizerem que o próprio primeiro-ministro tem feito isto”, afirmou Bryant, sublinhando que esse comportamento configura “má conduta no exercício de cargo público” e é um assunto de polícia. Os deputados terão sido ameaçados com a retirada de fundos aos círculos eleitorais que os elegeram.
Boris Johnson Partido Conservador PM William Wragg Chrys Bryant política parlamento
Ver comentários