Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Pelo menos 50 mortos em debandada durante funeral de general do Irão

Qassem Soleimani foi morto num ataque aéreo dos Estados Unidos no Iraque.
Correio da Manhã 7 de Janeiro de 2020 às 09:42
A carregar o vídeo ...
Pelo menos 50 mortos em debandada durante funeral de general do Irão

Pelo menos 50 pessoas morreram e mias de 200 ficaram feridas, esta terça-feira, durante uma debandada durante o funeral do general iraniano Qassem Soleimani, avança a Sky News.

O balanço foi feito pelo responsável do Instituto Médico-Legal da cidade, Abbas Amian, divulgado pelos media iranianos.

A agência oficial ISNA, citando o chefe dos serviços de socorro de Kerman, Mohammad Sabéri, indicou, por seu turno, que 212 pessoas ficaram feridas no acidente, "das quais um pequeno número" está em "estado grave". Abbas Amian disse ainda que as 50 vítimas morreram asfixiadas.

"Infelizmente, como resultado da debandada, alguns de nossos compatriotas ficaram feridos e outros morreram durante as cerimónias fúnebres", declarou Koulivand.

Não há ainda informações sobre o que desencadeou a debandada.

O comandante da força de elite iraniana Al-Quds foi morto na passada sexta-feira numa operação de retaliação dos EUA no Iraque.

O incidente ocorreu na cidade natal de Qassem Soleimani, em Kerman, no sul do Irão, onde dezenas de milhares de pessoas se concentraram esta terça-feira para as cerimónias fúnebres do general.

Os habitantes de Kerman afluíram esta terça-feira em massa ao centro da cidade iraniana, onde vai ser enterrado o general Qassem Soleimani.



Qassem Soleimani mortes ataque funeral Irão tensão EUA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)