Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Marcelo Rebelo de Sousa, Lili Caneças e Brito e Cunha ajudam rei Juan Carlos a mudar-se para Cascais, avança o 'El Mundo'

O trio está à procura de uma casa para instalar o monarca espanhol.
Correio da Manhã 9 de Agosto de 2020 às 14:15
João Brito e Cunha, Lili Caneças e Marcelo Rebelo de Sousa
Juan Carlos I, rei emérito de Espanha
Marcelo Rebelo de Sousa
Lili Caneças
João Brito e Cunha
João Brito e Cunha, Lili Caneças e Marcelo Rebelo de Sousa
Juan Carlos I, rei emérito de Espanha
Marcelo Rebelo de Sousa
Lili Caneças
João Brito e Cunha
João Brito e Cunha, Lili Caneças e Marcelo Rebelo de Sousa
Juan Carlos I, rei emérito de Espanha
Marcelo Rebelo de Sousa
Lili Caneças
João Brito e Cunha

Marcelo Rebelo de Sousa, Lili Caneças e o milionário Brito e Cunha estarão a ajudar o rei emérito Juan Carlos a mudar-se para Cascais, avança este domingo o jornal El Mundo. O trio está à procura de uma casa no concelho para instalar o monarca espanhol.

O jornal cita fontes da Câmara Municipal de Cascais que garantem que tudo está a ser feito para permitir o regresso de Juan Carlos a Portugal.

As mesmas fontes garantem que o pai de Felipe VI, ajudado pelos amigos portugueses Marcelo Rebelo de Sousa, Lili Caneças e João Brito e Cunha, tem intenção de passar a residir em Cascais depois do verão, independentemente das viagens que possa realizar até à tomada definitiva dessa decisão.

A ‘Operação Cascais’, tal como é classificada pelo jornal espanhol, traz várias vantagens ao rei emérito, a começar desde logo pelo facto de estar apenas a uma hora de viagem de Madrid, caso os tribunais exijam a sua presença. O advogado de Juan Carlos já garantiu em comunicado que o antigo monarca não está a fugir da justiça e demonstra disponibilidade para colaborar com o fisco espanhol no que for necessário.

João Manuel Brito e Cunha nasceu em 1939, no mesmo ano que Juan Carlos, e a ligação ao rei emérito começou, ainda durante a infância, na época em que o pai de Felipe viveu exilado no Estoril.

Por seu lado Lili Caneças, outra das pessoas apontadas como pertencendo ao núcleo restrito que está a tentar trazer o rei para cascais, é conhecida pelas relações privilegiadas e de intimidade que mantém com várias figuras da monarquia europeia.

Já Marcelo Rebelo de Sousa, que já garantiu desconhecer o paradeiro do amigo Juan Carlos, é descrito pelo El Mundo como tendo uma relação forte com o rei emérito e o filho Felipe vi.

Entretanto, e ainda durante este domingo, Fonte Oficial da Presidência desmentiu qualquer envolvimento do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na procura de casa para o rei emérito Juan Carlos em Cascais.

As ligações de Juan Carlos a Portugal são bem conhecidas. Chegou ao Estoril com os pais e os três irmãos em 1946. O rei emérito tinha na altura 8 anos e conseguiu adaptar-se bem ao recanto da Penisula Ibérica que acolhia outros nobres exilados devido à Segunda Guerra Mundial.

Juan Carlos ainda não confirmou onde se encontra depois de ter deixado Espanha há uma semana, mas existe a certeza de que Portugal é um pais querido, que considera como segunda pátria e onde tem grandes amigos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)