Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Marinha Real a postos se não houver acordo pós-Brexit

Quatro navios de patrulha da Marinha britânica estão prontos a intervir a partir de janeiro.
Maria Vaz 13 de Dezembro de 2020 às 09:23
Navio militar
Navio militar FOTO: Direitos Reservados
O governo do Reino Unido anunciou que tem quatro navios de patrulha da Marinha Real britânica a postos, a partir do primeiro dia de 2021, para proteger as águas pesqueiras do país, no caso de não haver acordo com a União Europeia até dia 31 de dezembro, segundo fonte do Ministério da Defesa britânico. As negociações comerciais em Bruxelas ainda decorriam, à hora de fecho desta edição, a poucas horas do fim do prazo imposto pelas duas partes.

Os navios já destacados, cada um com 80 metros de comprimento, vão ter o poder de “parar, inspecionar e apresar” todos os barcos de pesca de Estados-membros da União Europeia que operem na zona económica exclusiva (ZEE) do Reino Unido, que se estende por 320 quilómetros a partir da costa britânica.

O Ministério da Defesa afirmou que a entidade “conduziu um extenso planeamento para garantir que esteja pronta para uma série de cenários no final do período de transição”, acrescentando que a Marinha Real britânica tem “medidas robustas” para preservar os direitos do Reino Unido “como Estado costeiro independente” senão houver acordo com Bruxelas. O ministério assegurou, no entanto, que o posicionamento dos barcos foi acordado como parte do planeamento para o fim do período de transição.

Tobias Ellwood, deputado do Partido Conservador e que preside o comité de Defesa do Parlamento do Reino Unido, criticou este desenvolvimento, afirmando que “estamos a enfrentar um aliado da NATO enquanto cada vez mais submarinos e drones russos percorrem essas mesmas águas”. O acesso de Estados-membros da UE às águas britânicas tornou-se um dos principais obstáculos para que Londres e Bruxelas cheguem a um acordo sobre a futura relação comercial entre as duas partes uma vez terminado o período de transição do Reino Unido. n * com agências

Pormenores
Retoma das negociações
As negociações do futuro tratado comercial pós-Brexit recomeçaram na sexta-feira em Bruxelas, com um prazo até este domingo para se tentar alcançar o acordo entre o Reino Unido e a União Europeia. Nos últimos dias, as duas partes reconheceram que continuam muito afastadas nas negociações.

Regras europeias
Desde a saída oficial do Reino Unido da União Europeia, a 31 de janeiro, o país tem aplicado as regras europeias e só após o fim do período de transição é que sai do mercado único e da união aduaneira da UE.
Marinha Real Reino Unido Brexit União Europeia
Ver comentários