Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Médico mata amante com cocaína no pénis durante o sexo e é condenado a pagar funeral

Cirurgião, que está na prisão, tem ainda de pagar uma indemnização ao marido da vítima.
Correio da Manhã 8 de Março de 2021 às 18:21
Andreas David Niederbichler é médico e está na prisão
Andreas David Niederbichler é médico e está na prisão FOTO: Direitos Reservados

Andreas David Niederbichler, um médico alemão condenado a nove anos de prisão pela morte da amante, Yvonne M., após ter colocado cocaína no pénis, durante o sexo, sem a mulher saber, causando-lhe overdose, foi agora condenado num processo interposto pelo marido da vítima. Três anos após a morte de Yvonne, o tribunal de Magdeburgo, na Alemanha, decidiu que o cirurgião terá que pagar todos os custos das cerimónias fúnebres da mulher, assim como uma indemnização ao marido de Yvonne.

Anteriormente o Dr. Andreas, já havia sido condenado a nove anos de cadeia por violação e dano corporal agravado pela morteda vítima. Agora, o médico terá que pagar quase 30 mil euros à família de Yvonne, sendo que 10 mil são só para o marido da mulher. Ainda, terá que pagar mais 9 mil euros das despesas que a família teve com o funeral, escreve o Daily Star.

Segundo a acusação no caso, o ‘Christian Grey alemão’ (uma vez que as perversões sexuais lhe valeram a comparação nos meios de comunicação alemães) o médico seria ainda responsável por drogar outras três mulheres, entre 2015 e 2018, colocando cocaína num bâton, pasta de dentes e champanhe, para que estas tivessem relações sexuais com ele.