Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Melhoria da qualidade do ar na Europa causada pelo confinamento reduz número de mortos devido à poluição

Confinamento mundial dos últimos dois meses não trouxeram apenas efeitos negativos. 
Correio da Manhã 30 de Abril de 2020 às 22:01
Lisboa está vazia. Ao segundo dia do Estado de Emergência, é este o cenário na capital do País
Lisboa está vazia. Ao segundo dia do Estado de Emergência, é este o cenário na capital do País
Lisboa está vazia. Ao segundo dia do Estado de Emergência, é este o cenário na capital do País
Lisboa está vazia. Ao segundo dia do Estado de Emergência, é este o cenário na capital do País
Lisboa está vazia. Ao segundo dia do Estado de Emergência, é este o cenário na capital do País
Lisboa está vazia. Ao segundo dia do Estado de Emergência, é este o cenário na capital do País
Lisboa está vazia. Ao segundo dia do Estado de Emergência, é este o cenário na capital do País
Lisboa está vazia. Ao segundo dia do Estado de Emergência, é este o cenário na capital do País
Lisboa está vazia. Ao segundo dia do Estado de Emergência, é este o cenário na capital do País

O confinamento mundial dos últimos dois meses, motivado pelas medidas de restrição impostas pela pandemia de coronavírus, não trouxeram apenas efeitos negativos. 

A melhoria da qualidade do ar ao longo do mês de abril, levou a uma diminuição de 11 mil mortos causados por efeitos indiretos da poluição no Reino Unido e em alguns pontos da Europa, segundo um estudo avançado pelo jornal The Guardian.

Este efeito positivo levou ainda a uma diminuição de 6 mil casos de crianças a desenvolver asma e menos 600 partos prematuros, segundo o Centro de Investigação em Energia e Ar Limpo.

Enquanto os números da pandemia continuam a escalar em todo o mundo, os autores deste estudo preferem focar-se nos efeitos que as medidas de contenção acabaram por provocar no ambiente. "Um vislumbre do ambiente mais limpo e saudável possível se o mundo se afastar das poluentes indústrias de combustíveis fósseis", descreve o jornal The Guardian.

Quando comparado com o período homólogo de 2019, os níveis de dióxido de azoto caíram 40%, enquanto o índice da qualidade do cal - calculado pelo PM2.5 - caiu 10%, o que significa que a população consegue respirar de forma mais saudável agora.

Estas duas formas de poluição, que enfraquecem o coração e o sistema respiratório, são responsáveis ??por cerca de 470 mil mortes na Europa todos os anos.

Europa The Guardian ambiente política migrações organizações internacionais regulamentação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)