Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

"Melhorou as minhas dores e fraqueza": Idoso diz ter recebido 12 vacinas Covid-19 e garante vários benefícios

Carteiro reformado, de 85 anos, apregoa vários efeitos 'milagrosos' da inoculação.
Pedro Zagacho Gonçalves(pedrogoncalves@cmjornal.pt) 8 de Janeiro de 2022 às 07:57
Brahmdeo Mandal diz que já recebeu 12 doses da vacina Covid
Brahmdeo Mandal diz que já recebeu 12 doses da vacina Covid FOTO: Direitos Reservados

Se há quem tenha dúvidas quanto à vacina da Covid-19 e potenciais efeitos secundários raros, no espectro oposto há Brahmdeo Mandal, um idoso indiano que garante que a inoculação lhe trouxe vários benefícios para a saúde, para além da proteção contra a Covid. Os efeitos ‘milagrosos’ não esperados são tantos, segundo o homem, que este garante já ter feito tudo para receber o máximo de doses possível: atualmente garante já ter recebido pelo menos 12 doses.

Em entrevista ao New York Times, o carteiro reformado, de 85 anos, residente no estado indiano de Bihar, explica como foi possível receber tantas doses. Começou por ser vacinado a 12 de fevereiro numa clínica e nunca mais parou, apontando todas as inoculações num pequeno caderninho, que serve também como uma espécie de diário, onde vai apontando os efeitos benéficos a cada dose. A última vacina que recebeu foi administrada a 24 de setembro, num hospital em Kalashan.

"Eu sentia que estava a ajudar a minha saúde, em geral. As minhas dores de costas melhoraram, a minha fraqueza generalizada melhorou, e o meu apetite aumentou. Eu andei à procura de espaços de vacinação em todo o lado, ia lá e ninguém me reconhecia, por isso recebia outra dose", conta.

Para nove das 12 vacinas que o homem registou ter recebido usou o bilhete de identidade e o número de telefone. Depois disso mudou para forma alternativas de identificação, como o cartão de eleitor ou números de telefone de amigos e da mulher.

O caso já está a ser investigado pelas autoridades de saúde indianas, que tentam perceber como o idoso conseguiu ‘fintar’ o sistema de controlo de vacinas Covid-19. "De todas as vezes menti. Perguntavam-se se já tinha recebido a vacina e eu dizia sempre que não", explica Mandal.

"Confirmamos que esse senhor diz ter recebido 12 doses. Constituímos uma equipa com três pessoas para tentar perceber a verdade", garante o responsável do hospital de Madhepura. Segundo o New York Times, tem havido vários problemas com os registos das vacinas Covid-19 na Índia, uma vez que há registos de vacinados que são feitos em papel e depois carregados numa plataforma online muito tarde ou que nunca sequer chegam a ser inseridos ou atualizados.

Não há evidência científica de que uma ‘supervacinação’ de 12 doses tenha algum benefício real na saúde, ou que melhores outros aspetos que não a proteção contra formas graves da Covid-19. Aliás, os especialistas e investigadores debatem ainda se demasiadas doses de reforço podem ‘cansar’ o organismo, podendo prevenir resposta a futuras versões da vacina ou até por em causa a proteção contra outras variantes.

Ainda assim, Brahmdeo Mandal já está à procura da próxima dose e da próxima oportunidade para ser vacinado. "Ainda quero mais", termina o homem.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Brahmdeo Mandal Covid Mandal saúde questões sociais grupos populacionais terceira idade vacina
Ver comentários