Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Pai decapita filha de 13 anos com uma foice enquanto dormia

Progenitor puniu a filha por ter fugido de casa com um homem de 34 anos. Criminoso enfrenta pena máxima de até 10 anos de prisão.
Correio da Manhã 28 de Maio de 2020 às 07:44
Romina Ashrafi
Romina Ashrafi FOTO: Direitos Reservados
Uma jovem iraniana de 13 anos foi decapitada pelo pai enquanto dormia num assassinato que está a ser apelidado de 'crime de honra'. A televisão internacional do Irão avança que a menina foi punida pelo progenitor por ter fugido de casa com um homem de 34 anos.

Romina Ashrafi ter-se-á apaixonado pelo homem mais velho, mas o pai da jovem opôs-se à relação e levou a rapariga a fugir com o companheiro 21 anos mais velho.

A rapariga foi localizada cerca de cinco dias após ter saído de casa com o amante e foi posteriormente entregue ao pai, conforme a lei da República Islâmica.

O pai acabou por aproveitar o momento em que a filha dormia para a decapitar com uma foice. Depois do crime, o homem entregou-se à polícia, de foice na mão, e confessou o crime.

A pena de morte está afastada, pois o pai é considerado o 'guardião' da vítima. O homem pode agora ser condenado a uma pena até 10 anos de prisão por ter matado a própria filha de apenas 13 anos.
Irão crime lei e justiça julgamentos questões sociais grupos populacionais crime de honra
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)