Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Menina de 14 anos confessa ter matado tia à facada e com golpes de panela na cabeça

Polícia encontrou um diário onde a adolescente escrevia sobre morte.
Correio da Manhã 25 de Janeiro de 2022 às 19:49
Maria Antonieta Abreu foi assassinada com várias facadas e golpes de panela na cabeça
Maria Antonieta Abreu foi assassinada com várias facadas e golpes de panela na cabeça FOTO: Direitos Reservados
Uma mulher de 38 anos foi assassinada esta segunda-feira com várias facadas e golpes com panela pela sobrinha de 14 anos numa cidade do Acre, no Brasil.

A adolescente terá primeiro esfaqueado o primo de 10 anos que depois trancou num quarto. De seguida, a menina esfaqueou a tia até à morte e terá ainda batido várias vezes na cabeça da vítima com uma panela, avançou o G1.

Após cometer o crime, a menina saiu de casa e cerca de uma hora depois apresentou-se na esquadra da polícia e confessou o crime.

A polícia encontrou ainda um diário onde a adolescente escrevia sobre morte.

"Foram muitas facadas e ela bateu com a panela muitas vezes na cabeça da tia. A faca ficou cravada na vítima. Nunca tinha visto tanto sangue na minha vida. Ela disse que foi porque a tia pegava no pé dela, não a deixava sair, não deixava namorar. Mas eu não acredito nisso", disse o delegado da polícia ao G1.

"Ela conta com uma tranquilidade... Disse que não havia uma preparação. Sobre o diário que encontrámos, ela disse que era porque ela cultua a morte, que gosta. Mas, acredito que havia, sim, um planejamento", acrescenta.

As autoridades suspeitavam que a menina tinha tido ajuda para cometer o homicídio, mas o facto de a vítima estar infetada com dengue pode ter facilitado o crime.

A mulher morreu no local, e o corpo foi levado para autópsia. A investigação está em curso.



Acre Brasil crime lei e justiça homicídio facada panela
Ver comentários