Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Menino de 13 anos julgado como adulto por matar irmão de 9 a tiro

Crianças estavam a brincar aos polícias e ladrões quando se deu a tragédia.
Correio da Manhã 13 de Julho de 2020 às 10:18
Menino de 9 anos foi morto a tiro pelo irmão
Menino de 9 anos foi morto a tiro pelo irmão FOTO: DR

Um menino de 13 anos , natural da Pensilvânia, EUA, vai ser julgado como maior de idade e responder pelo homicídio do irmão mais novo, de nove anos, depois de ter matado a criança a tiro quanto ambos brincavam.

O crime aconteceu na passada quarta-feira, quando os dois irmãos brincavam aos polícias e ladrões em casa. O pai das crianças tinha várias armas em casa, sem estarem devidamente guardadas e em segurança, Brayden Wright, de 13 anos, resolveu ir buscar duas.

Às autoridades, o menor disse que ficou chateado com o irmão ”porque não estava a obedecer às ordens que lhe dava durante o jogo” e, enquanto a criança mexia no telemóvel, o irmão deu-lhe um tiro na cabeça.

O adolescente admitiu que sabia o que estava a fazer e que a arma estava carregada. “Ele assumiu que estava irritado e zangado com a vítima por não o ouvir”, relatam as autoridades.

Depois de matar o irmão, Brayden colocou a arma no sofá e ligou para os serviços de emergência. Quando os paramédicos chegaram ao local a criança estava já em paragem cardíaca.

Confrontado com a presença de armas em casa acessíveis às crianças, o pai justificou que se destinavam “à proteção da família”. Os pais das crianças não estão sujeitos a qualquer acusação. O adolescente será presente a tribunal esta segunda-feira e julgado como adulto pelo crime de homicídio qualificado.

EUA Brayden Wright Pensilvânia crime lei e justiça questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)