Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Mesquita turca sobe tensão com gregos

Presidente da Turquia lê trecho da Corão em culto de transformação de Hagia Sophya em mesquita.
Alfredo Leite(alfredoleite@cmjornal.pt) 25 de Julho de 2020 às 09:24
Recep Erdogan leu trecho do Corão durante a oração que marca a passagem do museu Hagia Sophia a mesquita
Recep Erdogan leu trecho do Corão durante a oração que marca a passagem do museu Hagia Sophia a mesquita FOTO: Reuters
O presidente turco, Recep Erdogan, participou esta sexta-feira na cerimónia religiosa que formalizou a passagem a mesquita do icónico museu Hagia Sophia, em Istambul. A transformação do antigo símbolo do império Bizantino em lugar de culto islâmico era uma velha ambição do islamita Erdogan, que tem adotado várias medidas de aniquilação da Turquia como Estado laico. A oração de sexta-feira foi transmitida em ecrãs gigantes para o imenso pátio localizado entre Hagia Sophia e a Mesquita Azul onde milhares de muçulmanos puderam escutar um trecho do Corão lido por Recep Erdogan.

Hagia Sophia (ou Santa Sabedoria) foi uma catedral cristã durante um milénio e chegou mesmo a ser sede da Igreja Ortodoxa, até à tomada da então Constantinopla pelos otomanos e a consequente transformação do imponente templo em mesquita. Nos anos 30 do século passado, o presidente Ataturk criou o museu afirmando o caráter laico da nova Turquia.

O papa Francisco disse estar “muito aflito” com a decisão de Erdogan e a ministra da cultura da rival Grécia considerou que o presidente turco “fez recuar o país em seis séculos”.

Das palavras aos atos, as armadas de Ancara e de Atenas travam-se, entretanto, de razões no Mediterrâneo Oriental, junto a Chipre, com a Grécia a acusar a Turquia de invadir as suas águas territoriais. Na sequência desta ação, os gregos afirmam-se determinados a “usar todos os meios” para se defenderem dos turcos.

O aumento da tensão entre os dois países levou já o presidente da França a pedir sanções face à ofensiva turca. A chanceler alemã, por seu lado, tem efetuado contactos com os líderes dos dois países no sentido de aliviar a tensão entre ambos.
Ver comentários