Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Michelle Obama com depressão devido ao coronavírus, lutas raciais e Donald Trump

Antiga primeira dama dos EUA garantiu que se "refugia" na família para ultrapassar esta fase.
Correio da Manhã 6 de Agosto de 2020 às 10:46
Michelle Obama sai da Casa Branca com índices de popularidade muito elevado. Mas ainda é alvo de comentário racistas
Michelle Obama sai da Casa Branca com índices de popularidade muito elevado. Mas ainda é alvo de comentário racistas FOTO: Reuters

A mulher do antigo presidente dos EUA, Michelle Obama, está com uma 'depressão leve' devido à pandemia de covid-19, às lutas raciais e aos comportamentos de Donald Trump.

A informação foi avançada pela própria, que através do seu podcast revelou aos ouvintes que está doente com uma depressão 'leve' ou 'de baixo grau'. O tema surgiu durante uma conversa com a jornalista Michele Norris sobre saúde mental e que acabou por ser comentada pela antiga primeira dama da Casa Branca.

"Ver este governo a assistir à hipocrisia disto, dia após dia, é desanimador", lamentou a mulher de Barack Obama, que não poupou críticas ao governo liderado por Trump.

"Acordar com as notícias, acordar com a forma como este governo respondeu ou não, acordar com mais uma história de uma homem negro, de alguma forma, desumanizado, ferido, morto ou acusado falsamente de algo, é cansativo e fez com que tivesse um peso que não sentia na minha vida há algum tempo", rematou.

Michelle Obama garantiu ainda que se "refugia" na família para ultrapassar esta fase da vida.

Michelle Obama Donald Trump saúde questões sociais política racismo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)