Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Microfones cortados durante último debate entre Trump e Biden para evitar interrupções

Candidatos poderão falar dois minutos sem serem interrompidos no início de cada segmento.
Ricardo Ramos 21 de Outubro de 2020 às 08:26
Joe Biden
Trump atacou Biden e os jornalistas
Joe Biden
Trump atacou Biden e os jornalistas
Joe Biden
Trump atacou Biden e os jornalistas
Os microfones de Donald Trump e Joe Biden vão ser parcialmente silenciados durante o segundo e último debate antes das presidenciais, marcado para quinta-feira, para evitar as constantes interrupções que marcaram o primeiro frente a frente televisivo entre os dois candidatos à Casa Branca, no mês passado.


A Comissão dos Debates Presidenciais anunciou esta terça-feira que ambos os candidatos poderão falar sem interrupções durante dois minutos no início de cada um dos seis segmentos de 15 minutos em que vai estar dividido o debate, que terá lugar em Nashville, Tennessee. Durante esse período, o microfone do candidato rival será cortado. Terminados os dois minutos estipulados, o microfone será reaberto para que os candidatos possam debater livremente.

A campanha de Donald Trump protestou contra esta alteração, e acusou a Comissão de favorecer o oponente, Biden. O próprio presidente disse que a mudança é “injusta” e atacou a moderadora, a jornalista da NBC Kristen Keller, acusando-a de ser tendenciosa e de tentar proteger o candidato democrata por não escolher como tema a política internacional. A campanha de Biden lembrou que os temas - ‘Combate à Covid-19’, ‘Famílias americanas’, ‘A raça na América’, ‘Alterações climáticas’, ‘Segurança Nacional’ e ‘Liderança’ - foram acordados pelas duas candidaturas. 


“O criminoso Biden devia estar preso”
Donald Trump acusou esta terça-feira o democrata Joe Biden de ser um “criminoso” que deveria estar preso “há muito tempo”. Referindo-se aos alegados negócios suspeitos do filho de Biden, Trump afirmou que o candidato só não está preso “porque o Procurador-Geral William Barr é um tipo simpático”. “Com outras pessoas que conheço já estaria preso”, disparou, antes de atacar os jornalistas por protegerem o democrata. “Biden é um criminoso e vocês também por não o denunciarem”, acusou.
Ver comentários