Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Ministra da Informação libanesa demite-se após desastre em Beirute

Manal Abdel Samad pediu desculpas aos libaneses pelo "enorme desastre" que provocou a morte a pelo menos 158 pessoas.
Lusa 9 de Agosto de 2020 às 17:30
Manal Abdel Samad
Manal Abdel Samad FOTO: Reuters

A ministra da Informação libanesa, Manal Abdel Samad, anunciou este domingo a demissão do cargo, num breve discurso transmitido pela televisão local, e pediu desculpas aos libaneses pelo "enorme desastre" em Beirute.

Esta é a primeira baixa no Governo libanês após a explosão que provocou pelo menos 158 mortos, 6.000 feridos e dezenas de desaparecidos, e que aconteceu num armazém onde, segundo o primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, estavam 2.750 toneladas de nitrato de amónio armazenadas, durante seis anos, "sem medidas cautelares".

A explosão criou uma cratera com 43 metros de profundidade, segundo avaliações feitas por especialistas franceses em pirotecnia enviados para o local, e reveladas este domingo por fonte da segurança libanesa

França ofereceu apoio logístico ao Líbano, incluindo para a investigação à explosão, e enviou forças de segurança, equipas de busca e ajuda médica.

O American Institute of Geophysics (USGS), com sede na Virgínia, revelou ter registado a explosão como um terramoto 3,3 na escala Richter.

Ver comentários