Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Monstro condenado a prisão perpétua por violar menina de 7 anos em cenário de extrema violência

Violador de 56 anos enrolou uma corda ao pescoço da menina e violou-a durante 40 minutos enquanto filmava.
Correio da Manhã 12 de Fevereiro de 2020 às 09:22
Monstro condenado a prisão perpétua por violar menina de 7 anos
Monstro condenado a prisão perpétua por violar menina de 7 anos FOTO: Direitos Reservados
Anthony Sampieri foi condenado a prisão perpétua, esta quarta-feira na Austrália, por ter violado uma menina de apenas 7 anos numa casa de banho de um clube de dança num cenário de extrema violência.

O monstro esmurrou a menina antes de a arrastar, sob ameaça de uma faca, até à casa de banho de um estúdio de dança em Sydney, na Austrália. Foi nesse local que a violação se efetivou. O homem amarrou uma corda à volta do pescoço da jovem e violou-a durante 40 minutos enquanto filmava.

Sampieri terá ainda amarrado as mãos da menina e ter-lhe-á colocado papel higiénico na boca para que esta não conseguisse chamar por ajuda.

Foi no momento em que abandonou a casa de banho que Sampieri foi confrontado com um homem que ajudava a família da rapariga a procurá-la. O homem atacou o violador e imobilizou-o. Sampieri, que tinha os calções com vestígios de sangue, alegou às autoridades que se tinha estado a drogar e foi atacado pelo homem, que ajudava a procurar a menina.

O violador conheceu esta quarta-feira a sentença que o vai deixar na prisão até ao fim da vida, no entanto, o homem poderá não sobreviver mais do que cinco anos, visto que está a batalhar contra um cancro.
Austrália Anthony Sampieri crime lei e justiça tribunal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)