Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Montam negócio de álcool-gel e ganham 33 milhões de euros em 4 meses

Casal trabalhava no ramo imobiliário mas descobriu negócio de milhões no início da pandemia de coronavírus.
Pedro Zagacho Gonçalves 5 de Julho de 2020 às 14:17
FOTO: DR

Um casal britânico mudou de carreira no início da pandemia de coronavírus e está prestes a atingir os 33 milhões de euros de lucro no novo negócio: produção e distribuição de álcool-gel.

Andre e Rachel Montague, de 47 e 48 anos, respectivamente, fundaram a nova empresa em março, na altura em que a covid-19 começou a afetar seriamente toda a Europa e começaram a registar-se os primeiros países a decretar confinamento.

Os dois trabalhavam em conjunto, há mais de 15 anos, numa empresa que investe em propriedades e converte-as em habitação acessível. Foi numa chamada com um familiar empresário local, dono de uma destilaria, que este brincou a dizer que ia deixar de produzir gin para passar a produzir solução à base de álcool, e o casal achou ótima ideia, associando-se logo ao novo negócio.

O casal fundou a ClearWater Hygiene com a ideia de produzir álcool-gel de alta qualidade e a um preço mais baixo, para a população em geral, mas também para os profissionais de saúde que combatem o coronavírus na linha da frente.

"Logo quando o Mike nos ligou com a ideia, acordámos que era um abusos os preços que estavam a ser praticados, mais de 33 euros por uma garrafa da meio litro, e que era um aproveitamento daqueles que estão mais vulneráveis à doença", comentou o casal em entrevista ao The Sun.

O processo não foi fácil. O primeiro e maior desafio foi arranjar recipientes de plástico, "porque o mercado inglês é completamente dependente da China". A solução afinal estava mais perto do que imaginaram: uma empresa inglesa especialista em embalagem e engarrafamento, que se revelou o parceiro ideal e que acrescenta valor ao produto, que é 100% feito no Reino Unido.

Nos primeiros meses faturaram mais de 3 milhões de euros mas a surpresa (e a fortuna) chegaram com contratos celebrados com grandes empresas, como os Correios, a BP ou os supermercados Aldi, que totalizam mais de 30 milhões de euros.

A empresa tem doado regularmente produtos ao Serviço Nacional de Saúde britânico e, de momento, emprega 20 pessoas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)