Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Morreu um dos jornalistas de rádio mais conhecidos de Moçambique

João de Sousa era conhecido por ser multifacetado, tendo sido relator desportivo, principalmente de jogos de futebol, locutor e jornalista político e cultural.
Lusa 27 de Outubro de 2020 às 17:20
Rádio Clube de Moçambique
Rádio Clube de Moçambique FOTO: Direitos Reservados
João de Sousa, um dos jornalistas de rádio mais conhecidos de Moçambique, morreu esta segunda-feira vítima de paragem cardíaca em Maputo, informou hoje a Rádio Moçambique, emissora pública para a qual trabalhou.

João de Sousa, 73 anos, era conhecido por ser multifacetado, tendo sido relator desportivo, principalmente de jogos de futebol, locutor e jornalista político e cultural.

Depois da reforma, assinava textos de opinião e rubricas sobre os mais variados temas em jornais, redes sociais e blogues.

João de Sousa começou a carreira na Rádio Clube de Moçambique, em 1964, atual Rádio Moçambique, ainda no período em que o território estava sob domínio colonial português, tendo transitado para a emissora que nasceu com a independência do país, em 1975.

Numa nota de pesar, o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, considerou João de Sousa "uma figura ímpar no jornalismo radiofónico e um dos comunicadores mais influentes na história da comunicação social".

"O país perdeu um ícone que, através de programas de entretenimento, transmitia um sentido patriótico imensurável", lê-se na mensagem.

Ver comentários