Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Mulher de 21 anos faz-se passar por rapaz de 16 e abusa sexualmente de mais de 50 raparigas

Gemma fingia ser 'James'. Enganou dezenas de jovens e chegou a conhecer os pais das mesmas.
Correio da Manhã 10 de Janeiro de 2020 às 16:08
Gemma Watts
Gemma Watts a fazer-se passar por James Waton
Gemma Watts
Gemma Watts a fazer-se passar por James Waton
Gemma Watts
Gemma Watts a fazer-se passar por James Waton

Uma mulher de 21 anos fez-se passar por um adolescente de 16 anos para abusar sexualmente de jovens que conhecia através do Instagram e Snapchat. 

Gemma Watts perseguiu raparigas com 14 e 15 anos anos e as autoridades acreditam que fez mais de 50 vítimas em Londres. 

O esquema era simples. Gemma fazia-se passar por James Waton, de 16 anos, nas redes sociais. Escondia o cabelo dentro de um boné e viajava até às vítimas num papel tão bem desempenhado que chegava mesmo a conhecer os pais das mesmas. 

A mulher, desempregada e a viver em casa da mãe, metia conversa com os seus alvos, elogiava-as e depois pedia-lhes os números de telemóvel. A partir daí conversava com as mesmas através do Whatsapp que, na maioria dos casos, só percebiam que tinham sido enganadas quando eram confrontadas com a polícia. 

Gemma só foi apanhada após um médico ter recorrido à polícia por ter uma paciente que tinha um relacionamento sexual com um jovem mais velho. Só posteriormente se descobriu que esse jovem era afinal uma mulher de 21 anos. 

Segundo avança o jornal britânico The Sun, a mulher continuou a perseguir e abusar de raparigas mesmo após estar sob investigação policial que monitorizava os seus passos em Londres. 

Watts foi presa por oito anos depois de se ter declarado culpada.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)