Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Mundo em alerta com novo vírus na China

Nova estirpe da gripe suína pode causar pandemia.
Maria Vaz 1 de Julho de 2020 às 08:23
Vírus infetou empregados de suiniculturas mas não se transmite entre humanos
Vírus infetou empregados de suiniculturas mas não se transmite entre humanos FOTO: EPA
Cientistas identificaram na China uma nova estirpe do vírus da gripe suína com capacidade para infetar humanos e potencial para provocar uma nova pandemia. O novo vírus, denominado G4 EA H1N1, descende geneticamente do vírus H1N1 que causou a pandemia de gripe suína em 2009, que matou cerca de 20 mil pessoas e infetou milhões em todo o Mundo.

O estudo, que começou a ser feito em 2011, identificou vários casos de infeção entre trabalhadores de suiniculturas, mas por enquanto não existe evidência de transmissão entre humanos. Apesar de se tratar de uma variante do vírus da gripe, a atual vacina contra a doença não confere imunidade contra esta nova estirpe.

Os autores do estudo alertam que, apesar de não se tratar de uma ameaça imediata, é preciso manter uma vigilância apertada para evitar uma nova pandemia. “É um sinal de que não podemos baixar a guarda”, diz a OMS.


pormenores
Casos duplicam
O número de novos casos de coronavírus mais do que duplicou no mês de junho em 10 estados norte-americanos, incluindo o Texas e a Florida. O Arizona registou um aumento de 294% face ao mês anterior.

Construir para recuperar
O PM britânico, Boris Johnson, anunciou esta terça-feira um ambicioso plano para construir hospitais, escolas e universidades como forma de impulsionar a economia após a pandemia.

3 mortes em Cabo Verde
Cabo Verde registou esta terça-feira mais três mortes por coronavírus, fazendo subir para 15 o total de óbitos desde março. O país regista ainda um total de 1165 casos confirmados.

40% são assintomáticos
Um novo estudo realizado em Itália concluiu que 40% dos doentes infetados pelo novo coronavírus não apresentam sintomas, confirmando a importância destes doentes na propagação silenciosa da doença.

Leicester reimpõe quarentena
O governo britânico voltou esta terça-feira a impor uma quarentena rigorosa na cidade de Leicester, após uma alarmante subida no número de contágios de Covid-19 na sequência do desconfinamento parcial, há duas semanas. As escolas fecham amanhã e a reabertura dos pubs, restaurantes, comércio não essencial e cinemas, prevista para sábado, foi adiada por tempo indeterminado. n

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)