Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

"Não faz sentido nenhum": Governo reage a acusação da Venezuela sobre transporte de explosivos na TAP

Portugal espera "que este pequeno incidente seja rapidamente ultrapassado".
Lusa 14 de Fevereiro de 2020 às 08:33
Augusto Santos Silva
Augusto Santos Silva FOTO: Lusa
O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros afirmou esta sexta-feira que a acusação dirigida pelas autoridades venezuelanas ao Governo português "não faz nenhum sentido" e que Portugal espera "que este pequeno incidente seja rapidamente ultrapassado".

"Por via diplomática, vamos ver se a Venezuela nos dirige algum pedido de esclarecimento. Naturalmente, nenhuma nota verbal que é apresentada às autoridades portuguesas fica sem resposta", acrescentou Augusto Santos Silva, em declarações aos jornalistas, num hotel de Nova Deli, onde se encontra na Índia a acompanhar a visita de Estado do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Na quinta-feira, as autoridades venezuelanas acusaram a TAP de violar padrões internacionais ao permitir o transporte de explosivos e o embaixador de Portugal em Caracas, Carlos de Sousa Amaro, de interferir nos assuntos internos da Venezuela ao interceder pelo tio de Juan Guaidó, Juan Marques, que foi detido quando aterrou no mesmo voo da TAP.

Venezuela TAP Governo Portugal política economia negócios e finanças diplomacia explosivos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)