Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

“Não passo um dia sem seguranças”

"A máfia italiana não tem grande projecção em Portugal, o que não quer dizer que não venha a ter", afirmou o jornalista e escritor Roberto Saviano, que participou ontem num simpósio sobre máfias, na Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira, onde também esteve o secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, Mário Mendes.
20 de Setembro de 2009 às 00:30
O escritor Roberto Saviano
O escritor Roberto Saviano

Saviano, que escreveu um dos livros mais pungentes sobre a máfia napolitana (Camorra), ‘Gomorra’, esteve no simpósio rodeado de fortes medidas de segurança e confessou que desde a publicação do livro "não passa um dia sem segurança". Descrevendo a sua odisseia, diz não se arrepender do que escreveu mas confessa que "odeia o livro pelo que transformou a sua vida".

O escritor frisou ainda que "investigações das autoridades italianas já localizaram em Portugal investimentos mafiosos feitos com dinheiro branqueado". Mário Mendes emitiu opinião idêntica, salientando que "hoje em dia as organizações mafiosas são verdadeiramente transnacionais".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)