Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Netanyahu convida rival nas eleições para formar governo

Primeiro-ministro israelita não conseguiu os votos necessários para formar governo.
SÁBADO 19 de Setembro de 2019 às 09:37
Netanyahu
Netanyahu FOTO: EPA
O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu pediu ao seu principal rival, o antigo general Benny Gantz, que se junte a ele numa coligação mno governo depois de as eleições em Israel não terem dado a maioria a nenhum candidato. 

Um porta-voz de Gantz, que lidera o partido Azul e Branco (centro) não teve uma resposta imediata à oferta de Netanyahu, que lidera o partido de direita Likud. 

Segundo a Reuters, esta mudança de estratégia reflecte a posição enfraquecida de Netanyahu, saída das eleições de terça-feira. Já no ato eleitoral passado, em abril, não tinha conseguido uma maioria parlamentar. 

"Durante a campanha eleitoral, pedi a criação de um governo de direita mas com grande pena minha, os resultados eleitorais revelam que isso é impossível", afirmou Netanyahu. "Benny, temos que criar um governo de união, o mais cedo possível. A nação espera isso de nós, para demonstrar responsabilidade e que queremos a cooperação."

Esta quarta-feira, Gantz afirmou que desejava um "governo de união bom, desejável". Mas também se recusou a formar um governo com o partido Likud liderado por Netanyahu, devido às acusações de corrupção que recaem sobre o primeiro-ministro israelita. Netanyahu nega as suspeitas.
Benjamin Netanyahu Israel Benny Gantz Gantz Likud política governo (sistema) partidos e movimentos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)