Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Nova Zelândia é o primeiro país a aprovar a eutanásia em referendo

Mais de 65% dos neozelandeses apoiou a legalização da morte assistida.
Lusa 30 de Outubro de 2020 às 10:59
Eutanásia
Eutanásia
A Nova Zelândia tornou-se o primeiro país do mundo a aprovar em referendo a eutanásia para pacientes terminais, numa consulta em que 65,2 por cento dos eleitores apoiaram a medida, segundo resultados preliminares publicados hoje.

A lei, que foi aprovada em 13 de novembro de 2019 no Parlamento, com previsão de que fosse aprovada em referendo, entrará em vigor a 6 de novembro de 2021 na Nova Zelândia, país onde quase metade dos habitantes se declaram não religiosos e mais de um terço são cristãos.

A partir de novembro, um médico poderá administrar um medicamento letal a um adulto que tenha, no máximo, um prazo de seis meses de vida e seja vítima de uma doença terminal insuportável, desde que o paciente tenha feito o pedido de forma consciente e voluntária, explica a agência Efe.

Nova Zelândia questões sociais política referendo
Ver comentários