Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Novo PM nomeado no Líbano

A maioria no poder no Líbano decidiu reconduzir, esta quarta-feira, Fouad Siniora nas suas funções de primeiro-ministro (PM). Após a eleição, no domingo, do novo presidente, Michel Sleimane, o governo ficou demissionário.
28 de Maio de 2008 às 08:21
Fouad Siniora
Fouad Siniora FOTO: d.r.

A maioria tinha de nomear um novo primeiro-ministro e comunicá-la ao presidente, para este iniciar as consultas com vista à formação de um governo de unidade nacional. Siniora e Saad Hariri eram os nomes apontados para o cargo.

Siniora assumiu a chefia do executivo em 2005, na sequência dos resultados das primeiras eleições realizadas após a retirada das tropas sírias do Líbano, ocorrida depois do assassínio do antigo primeiro-ministro  Rafic Hariri, em Fevereiro de 2005.  

O governo de Siniora ficou marcado por uma grave crise política causada por um ‘braço-de-ferro’ entre a maioria (apoiada pelo Ocidente, a Arábia Saudita e o Egipto) e a oposição liderada pelo Hezbollah, movimento xiita apoiado pelo Irão e pela Síria.  

Um acordo concluído no passado dia 18 de Maio, em Doha, promovido pelo Qatar, acabou por culminar na eleição de Michel Sleimane como presidente do Líbano, cargo que permanecia vago desde o abandono do pró-sírio Emile Lahoud, em Novembro de 2007.  

Ver comentários