Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

União Europeia pede "libertação imediata" das 317 alunas sequestradas de escola na Nigéria

Europa diz que as crianças "devem ser protegidos, pois têm um papel chave na construção de um presente e futuro em que a paz prevaleça".
Lusa 27 de Fevereiro de 2021 às 10:40
Escola Nigéria
Escola Nigéria FOTO: Getty
A União Europeia (UE) pediu a libertação "imediata e incondicional" das 317 alunas de uma escola pública no noroeste da Nigéria que foram sequestradas na sexta-feira e salientou que os menores não devem "sofrer as consequências dos conflitos".

"A UE pede a libertação imediata e incondicional de todos os reféns, incluindo os alunos de Kankara sequestrados há mais de uma semana e as centenas de raparigas sequestradas na sua escola em Jangebe, estado de Zamfara", declarou o Alto Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e Política de Segurança, Josep Borrel.

Em comunicado, Josep Borrel salientou que os menores "não devem sofrer as consequências dos conflitos", mas "devem ser protegidos, pois têm um papel chave na construção de um presente e futuro em que a paz prevaleça".

Ver comentários